Receita Federal anuncia mudanças no IRPF 2023

Adriana Schilling

Descobrir e entender as regras fiscais de criptomoedas no Brasil pode ser um desafio, especialmente com todas as recentes atualizações que estão ocorrendo. A Receita Federal, órgão responsável pela cobrança de impostos no Brasil, anunciou recentemente novas regras para a declaração de Bitcoins e outras criptomoedas no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2023. Neste artigo, discutiremos o que essas mudanças significam para os investidores de criptomoedas no Brasil e como eles podem ser afetados por elas. Receita Federal anuncia mudanças no IRPF 2023: saiba quais são.

Receita Federal anuncia regra importante para quem possui criptomoedas

No dia 27 de fevereiro, a Receita Federal anunciou novas regras para o IRPF 2023 que afetam os investidores que movimentaram criptoativos em corretoras. Pela primeira vez, as declarações pré-preenchidas deste ano vão trazer a informação de criptoativos declarados pelas corretoras em nome dos seus clientes, de acordo com a IN 1.888/2019. Portanto, se você adquiriu alguma criptomoeda através de uma exchange que entrega a declaração da IN 1.888, o reporte dos seus saldos irá constar na sua declaração pré-preenchida.

Quais são as mudanças anunciadas pela Receita Federal no IRPF 2023

Em coletiva de imprensa, a Receita Federal anunciou novidades para o IRPF 2023, especificando que transações envolvendo criptomoedas devem ser reportadas na declaração de imposto de renda. Para 2023, essas regras serão ainda mais rigorosas.

A partir do IRPF 2023, os proprietários de criptomoedas deverão fornecer informações mais detalhadas sobre suas transações, incluindo a data da transação, o valor em reais, a quantidade de ativos digitais transacionados e o nome e CPF/CNPJ do destinatário ou remetente. Essas informações precisarão ser incluídas na declaração de imposto de renda.

Outra mudança significativa que foi anunciada é que as corretoras de criptomoedas localizadas no Brasil serão obrigadas a fornecer informações sobre seus usuários para a Receita Federal. Isso inclui informações sobre as transações realizadas por seus clientes e as quantias em reais e em criptomoedas envolvidas nessas transações.

Como as novas regras podem afetar os investidores de criptomoedas

A mudança é positiva para investidores que declaram corretamente seus criptoativos, pois terão menos trabalho para preencher a declaração. Agora,  para os investidores que ainda não declaram seus investimentos em criptoativos corretamente, o cruzamento automático das informações reportadas para a Receita Federal aumenta o risco de malha fina e, até mesmo, bloqueio de CPF.

As novas regras da Receita Federal para criptomoedas no IRPF 2023 podem afetar os proprietários de criptomoedas de várias maneiras. Em primeiro lugar, eles terão que se certificar de que as corretoras estão reportando todas as suas transações de maneira precisa e completa, pois elas já são obrigadas a fornecer informações sobre seus usuários para a Receita Federal, em conformidade com a Instrução Normativa 1.888/2019. Isso exige que os contribuintes mantenham registros detalhados de todas as suas transações e forneçam informações precisas na declaração de imposto de renda, evitando possíveis erros e justificando eventuais inconsistências.

Não quer ter surpresas com o seu IRPF 2023? A Fiscal Cripto te ajuda!

Integrações automáticas, fluxos inteligentes de verificações, saldos em tela, acompanhamentos de investimentos, cálculo automático do custo de aquisição, recebimento de alertas de declarações pendentes e muito mais! Teste gratuitamente a Fiscal Cripto e faça a sua declaração de cripto, fácil!

Tem muitas operações e não quer se preocupar com as suas declarações de criptomoedas? Conheça o nosso Plano Concierge: uma assessoria completa para cuidar exclusivamente das suas declarações. A Fiscal Cripto cuidará de todas as suas operações: IRPF, ações, exterior, forex e, claro, tudo de cripto (spot, futuros, staking, mineração, etc). Além da entrega das declarações mensais e envio de DARFs por e-mail. Tudo isso feito por um contador dedicado, selecionado especialmente para você.